Arqueóloga encontra muros da antiga cidade de Jerusalém que podem ter sido construídos por Salomão

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Salomão 05 - Eilat Mazar Figura 1 – Arqueóloga Eilat Mazar com o muro de Salomão ao fundo. (A fonte de todas as imagens está citada ao final)

Jerusalém, 22 de fevereiro de 2010 - Uma seção de um muro da cidade antiga de Jerusalém, do século X a.C. - possivelmente construído pelo rei Salomão - foi revelado em escavações arqueológicas dirigida pela Dra. Eilat Mazar e conduzido sob o apoio Universidade Hebraica de Jerusalém.

A seção da muralha da cidade revelada, possui 70 metros de comprimento e 6 metros de altura, está localizado na área conhecida como Ofel, entre a cidade de Davi e na parede sul do Monte do Templo.

Também foram descobertas no complexo da muralha da cidade:

  • uma portaria interna de acesso para as quartas real da cidade;
  • uma estrutura real junto ao portão;
  • uma torre de canto com vista para uma parte substancial do vale do Cedrom e adjacentes.

As escavações na área Ofel foram realizadas ao longo de um período de três meses com os financiamentos concedidos por Daniel Mintz e Berkman Meredith, um casal de Nova York interessados em Arqueologia Bíblica. O financiamento suporta tanto a conclusão das escavações arqueológicas e processamento e análise dos achados, bem como trabalhos de conservação e preparação do local para a visualização por parte do público dentro do Parque Arqueológico Ofel e do parque nacional em torno das muralhas de Jerusalém.

Salomão 01 - Dr. Eilat Mazar next toan 8 meter section of the corner tower that was excavated Figura 2 – Mazar servindo como referência para altura do muro atribuído à Salomão, no séc. X a.c.

As escavações foram realizadas em cooperação com a Autoridade de Antiguidades de Israel, Autoridade Israelense de Natureza e Parques e a Companhia de Desenvolvimento de Jerusalém Oriental. Contou com o auxílio de alunos do curso de Arqueologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, bem como alunos voluntários das Herbert W. Armstrong College, em Tulsa, Oklahoma, e trabalhadores contratados para participaram nos trabalhos de escavação.

"O muro da cidade que foi descoberta uma testemunha a presença dominante. Sua força e sua forma de construção indicam um alto nível de engenharia ", disse Mazar.

O muro da cidade fica no extremo leste da área de Ofel, numa localização estratégica no alto a oeste do vale do Cedrom.

"Uma comparação entre esta última descoberta com muralhas e portões do período do Primeiro Templo, assim como a cerâmica encontrada no local, nos permitem postular com um grande grau de certeza de que a parede que foi revelado é o que foi construído pelo rei Salomão, em Jerusalém, na última parte do século X aC ", disse Mazar.

"Esta é a primeira vez que uma estrutura a partir desse momento verificou-se que pode se relacionar com descrições escritas de construção de Salomão, em Jerusalém", acrescentou ela.

Salomão 02 - Muro vista do alto Figura 3 – Vista do alto do muro atribuído à Salomão.

A Bíblia nos diz que Salomão construiu - com o auxílio dos Fenícios, que foram os construtores em circulação - o Templo e seu novo palácio e cercado deles com uma cidade, muito provavelmente ligado à parede mais antigas da cidade de Davi. Mazar cita especificamente o terceiro capítulo dos primeiros livros dos Reis, onde se refere que:

Até que acabasse de edificar a sua casa, e a casa do SENHOR, e a muralha de Jerusalém em redor.” (I Reis 3:1)

Os 6 metros da portaria alta do complexo ao ar livre do muro da cidade é construído no estilo típico daqueles da época do Primeiro Templo como Megido, Beersheva e Ashdod. Tem plano simétrico de idêntica quatro pequenas salas, duas de cada lado do corredor principal. Também houve uma torre, grande adjacente, cobrindo uma área de 24 por 18 metros, que se destinava a servir como uma torre de vigia para proteger a entrada da cidade. A torre situa-se hoje sob a estrada nas proximidades e ainda precisa ser escavado. Durante o século XIX o Arqueólogo britânico Charles Warren, havia realizado uma vistoria no subsolo da área, e descreveu pela primeira vez o esboço da grande torre em 1867, mas sem atribuí-la à época de Salomão.

"Parte do complexo do muro da cidade serviu como espaço comercial e parte como centrais de segurança", explicou Mazar.

O que confirma o costume daquele povo, conforme podemos ver, por exemplo, quando Boaz procurou resgatar Rute às portas da cidade.

Enquanto isso, Boaz subiu à porta da cidade e sentou-se, exatamente quando o resgatador que ele havia mencionado estava passando por ali. Boaz o chamou e disse: “Meu amigo, venha cá e sente-se”. Ele foi e sentou-se.

Boaz reuniu dez líderes da cidade e disse: “Sentem-se aqui”. E eles se sentaram.” (Rute 4:1-2 NVI)

Dentro do pátio da grande torre havia difundido atividades públicas, disse ela. Ele serviu como um ponto de encontro do público, como um lugar para a realização de atividades comerciais e de culto, e como um local para as atividades econômicas e jurídicas.

Salomão 03 - Muro vista do alto 2 Figura 4 – Outra vista dos muros sendo escavados.

Cacos de cerâmica descoberto no preenchimento do piso inferior do edifício real perto da portaria também atestam que a datação do complexo é do século X a.C. O que foram encontradas no chão eram restos de jarros de armazenagem, com cerca de 1,15 metros de altura, que sobreviveu a destruição pelo fogo e que foram encontrados em quartos que aparentemente serviu de área de armazenagem no piso térreo do edifício. Em um dos frascos há uma inscrição em hebraico antigo parcial indicando que pertencia a um alto funcionário do governo de nível superior.

"Os frascos que foram encontrados são os maiores já encontrados em Jerusalém", disse Mazar, acrescentando que "a inscrição que foi encontrada em um deles mostra que ela pertencia a um funcionário do governo, aparentemente, a pessoa responsável por supervisionar o fornecimento de produtos de padaria para a corte real. "

Salomão 04 - Jarros encontrados Figura 5 – Fragmento de jarros encontrados nas escavações do muro de Salomão.

Além dos cacos de cerâmica, estatuetas de culto também foram encontradas na área, assim como as impressões de selos na jarra lida com a palavra "ao rei", que atestem a sua utilização dentro da monarquia. Também foram encontrados impressões de selos com os nomes hebraicos, também indicando a natureza real da estrutura. A maioria dos pequenos fragmentos descobertos vieram de peneiração húmida intrincada feito com a ajuda do Projeto de Restauração Monte do Templo, dirigido pelo Dr. Gabriel Barkai e Zweig Zachi, sob o patrocínio da Autoridade Israelense de Parques e da Natureza e da Fundação Ir David.

Entre a grande torre na entrada da cidade e do edifício real os arqueólogos descobriram uma seção da torre de canto que é de 8 metros de comprimento e 6 metros de altura. A torre foi construída em pedra talhada de invulgar beleza.

A leste do edifício real, uma outra seção da muralha da cidade que se estende por cerca de 35 metros também foi revelado. Esta seção é de 5 metros de altura, e é parte do muro que continua a nordeste e uma vez delimitada a área de Ofel.

Fotografias disponíveis no seguinte link:
http://bit.ly/cRvAeH

Fonte: http://www.huji.ac.il/dovrut/Ophel.doc (Adaptado por Hugo Hoffmann)

http://www.huji.ac.il/cgi-bin/dovrut/dovrut_search_eng.pl?mesge126691593732688760


Ciencia da Criação: Huggo Hoffmann

4 comentários:

Lucas disse...

Muito interessanti isso sera q estamos encontrando a cidade perdida ?

Michelle disse...

Creio que a arqueologia está prestes a desvendar o misterioso "pergaminho de cobre". Quando neste período histórico teria acontecido as inscrições feitas no precioso mapa de metal relatando as ocultações dos tesouros do Templo escondidos na antiga cidade de Davi.

Arnaldo Ribeiro disse...

REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós. – Regozijemo- nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

(MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

(MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem desejar interagir com o Filho do Homem Imortal, e participar da obra comum da nossa criação, deve fundamentar-se na “Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24x7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta...

Arnaldo Ribeiro disse...

DOANDO FÉ CONSCIENTE E VIDA ESPIRITUAL EM CRISTO:

(GN.49.1) – AJUNTAI-VOS E EU VOS FAREI SABER O QUE VOS HÁ DE ACONTECER NOS TEMPOS VINDOUROS:(TB.12.6) – BENDIZEI AO DEUS DO CÉU, E DAÍ-LHE GLÓRIA DIANTE DE TODOS OS VIVENTES, POR TER USADO CONVOSCO DA SUA MISERICÓRDIA: O seu poder há de espiritualizar as almas de todos os Homens de bom senso, e de todas as Mulheres de boa fé; que alcançaram a verdade cientifica revelada na “EXORTAÇÃO DO SABER”; e que também já passaram a interagir com o Cristo Vivo, ao publicarem o chamamento que o nosso Pai Comum tem feito aos Filhos e Filhas do amor eterno, e que já começaram a renascer espiritualmente para a vida eterna.

Aqueles que buscaram as boas novas na “Bibliogenese de Israel”, já vislumbraram a herança espiritual que a Providência Divina nos legou, e também já saberão se auto-reciclar na Lei do Senhor que nos impõe a recomposição da literatura bíblica, para formar os Cristãos Conscientes que hão de consumar a Profecia Sagrada, conforme já tem sido demonstrado, assim:

(EX.) – O SEGUNDO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO ÊXODO: OS DESCENDENTES DE JACÓ NO EGITO. Estas 60 letras e 5 sinais recompostos, revelam que: É O CONJUNTO DE EX-SEGRÊDOS: O LEGADO DE VIDA CÓSMICA E O DESTINO DOS HOMENS.

Outro exemplo:

(JR) – JEREMIAS: A VOCAÇÃO DE JEREMIAS. São 26 letras e 3 sinais que dizem: CRIEI A AÇÃO DO SER: VEJAM E SEJAM.

(JB.29.22) - RECEBEI O ESPÍRITO SANTO! (1CO.11.1) – SEDE MEUS IMITADORES COMO TAMBÉM EU SOU DE CRISTO.

(Na verdade, Deus nos concedeu o livre arbítrio, a fim de que pudéssemos agir tanto divinamente como diabolicamente; segundo a nossa formação cristã, na proporção da nossa graça em Cristo Jesus).